Menu
Sábado, 2 de Julho de 2022
(67) 9 9645-0564


Governador promete autorizar promoção funcional a professores e administrativos
Apesar de ter solicitações atendidas, categoria mantém greve por tempo indeterminado
Eduardo Riedel e Roberto Botarelli
Foto: Gerson Oliveira / Correio do Estado

Depois de reunião com representantes da Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) se comprometeu a autorizar, na segunda-feira (13), a promoção funcional de professores e administrativos.

Os outros dois pontos reivindicados pela categoria – reajuste de 7,74% para cumprimento do piso nacional e incorporação do abono salarial dos administrativos – devem ser atendidos ainda no fim do mês, informou o presidente da Fetems, Roberto Botarelli.

O secretário de governo, Eduardo Riedel, pontuou as dificuldades enfrentadas pelo governo. “Governador está indo hoje para o Rio de Janeiro para reunião com a Petrobras [com o diretor, Pedro Parente] para resolver a questão do gás”, disse, se referindo à diminuição do volume de compra da estatal, que fez despencar a arrecadação estadual com o ICMS do gás natural. Hoje, o governador afirmou que há risco iminente de o Estado quebrar por causa desta situação.

GREVE MANTIDA

Apesar de ter todas as reivindicações atendidas pelo governo estadual, os professores informaram que a paralisação por tempo indeterminado está mantida a partir da próxima quarta-feira (15).”O governo tem crédito com a categoria, pois cumpriu o que tem combinado até o momento. A negociação não tem influência sobre a greve, o movimento é nacional contra a reforma da previdência e será mantido”, reforçou Botarelli.