ITAQUIRAÍ
sábado - 15/06/2024

Mulher que cortou pênis do marido pede liberdade provisória, pois foi “perdoada”

Crime ocorreu após a autora descobrir troca de nudes entre o marido de 39 anos e a sobrinha de 15

Mais Lidas

Presa por usar uma navalha para cortar o pênis do marido, após ter descoberto um relacionamento extraconjugal dele com sua sobrinha adoslecentes, Daiane dos Santos Farias, de 34 anos, por meio da sua defesa, entrou com pedido de liberdade provisória após o homem afirmar, em entrevista, que a perdoava.

O pedido, obtido pelo Metrópoles, foi apresentado à Justiça paulista na segunda-feira (8) e é assinado pelo advogado Lucas Scardino Fries, que representa a mulher. “A vítima dos fatos confirmou o depoimento da acusada em entrevista e ainda disse que a perdoa”, escreveu o advogado, no documento, em que pede o fim da prisão temporária da investigada.

O defensor também alegou que o marido dela, Gilberto Nogueira de Oliveira, de 39 anos, recebeu alta médica no dia 24 de dezembro de 2023 e não corre mais risco de morte. “Notadamente a decisão que decreta a prisão temporária está completamente esvaziada”, registrou.

Daiane cortou o pênis de Gilberto na madrugada do dia 22 de dezembro, em Atibaia, no interior paulista. Ela se apresentou na delegacia logo após cometer o crime. “Boa noite, moço. Eu vim me apresentar, porque eu acabei de cortar o pênis do meu marido”, disse, no balcão de atendimento.

Aos policiais, ela alegou ter descoberto que o seu marido, um homem de 39 anos, a havia traído com sua sobrinha de 15 anos.

O print da troca de nudes entre Gilberto e a sobrinha foi incluído nos autos. A imagem mostra que o marido enviou uma foto do próprio pênis para a adolescente e pediu: “Me manda uma dos seus peitos”. A jovem responde com uma foto sem blusa.

No interrogatório, Daiane diz que “ficou muito irritada” e confessa que premeditou o crime. Segundo o depoimento, após esperar o marido chegar em casa e deitar na cama, ela iniciou uma relação sexual com o intuito de deixá-lo excitado.

O homem teve as mãos amarradas por uma calcinha. Só então a mulher cortou seu pênis, tirou uma foto e descartou o órgão no vaso sanitário e deu descarga para “evitar o reimplante”.

Em entrevista, o homem que teve o pênis cortado disse que perdoa o ataque de fúria e que vai tentar colocar uma prótese. Segundo relatou, ele foi atraído para a casa com a promessa de uma noite de amor. O marido recebeu atendimento médico e já se recupera em casa. Sobre a agressão da esposa, disse que foi “uma tragédia”. “Ela está pagando por isso”.

 

Sarah Chaves, com informações do Metrópoles

Mais Notícias

spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias