ITAQUIRAÍ
sábado - 15/06/2024

Genro desconfia que sogra “morta” estava viva durante velório e aciona bombeiros na Fronteira, assista

Mais Lidas

Em um desdobramento surpreendente, Miguel Batista, genro da Sra. Elma Cardozo, relatou um incidente insólito ocorrido durante o velório de sua sogra no bairro Gel Genes, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Conforme suas declarações, a sogra foi hospitalizada devido a intensas dores de cabeça, e seu estado teria se agravado ao ponto de requerer transferência para a UTI. Apesar dos médicos terem atestado o óbito, familiares notaram durante o velório que o corpo ainda apresentava calor e, aparentemente, pulsava. Diante desse cenário, os bombeiros foram acionados para reconduzi-la ao hospital.

O ocorrido peculiar deixou todos atônitos, gerando questionamentos sobre como uma pessoa poderia ser erroneamente declarada como morta. A família, impactada, aguardou ansiosa por esclarecimentos médicos quanto ao real estado de saúde da Sra. Elma Cardozo.

Enquanto isso, o clima no velório transmutou-se de tristeza para confusão e incerteza. Surge a indagação se houve um sério equívoco médico ou se há alguma explicação sobrenatural para essa aparente ressurreição. Autoridades competentes estão investigando a situação para determinar o desfecho do ocorrido com a Sra. Elma Cardozo.

Médico forense confirma óbito após inspeção do corpo

 

O doutor Marcos Prieto, médico legista, conduziu uma minuciosa inspeção no corpo de Elma Cardozo, que, em vida, enfrentou um severo quadro de dengue e veio a óbito na unidade de terapia intensiva do hospital regional. Durante a cerimônia fúnebre, familiares alegaram ter notado indícios de vida no corpo da falecida, resultando no retorno imediato ao serviço de urgências do hospital regional.

Após uma investigação meticulosa, o Dr. Prieto confirmou que Elma Cardozo exibia sinais evidentes de ter falecido aproximadamente 24 horas antes. Adicionalmente, foi revelado que o corpo passou pelo processo de formolização na funerária.

Esse incidente impactante suscita indagações sobre os procedimentos que levaram à declaração equivocada de morte. A família, abalada diante dessa situação inesperada, aguarda explicações médicas para esclarecer o ocorrido.

As autoridades competentes estão empenhadas em investigar as circunstâncias que envolvem esse caso, visando esclarecer os eventos que levaram à confusão entre vida e morte durante o velório de Elma Cardozo.

Mais Notícias

spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias