ITAQUIRAÍ
terça-feira - 27/02/2024

Polícia Civil prende em Deodápolis, cinco autores de homicídio em menos de 24 horas

Mais Lidas

Equipe da Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Deodápolis-MS e em ação conjunta com a Polícia Militar, prendeu, na manhã deste Domingo (14) no município, cinco suspeitos de homicídio ocorrido durante a madrugada. Segundo apurado, um dos autores, de 35 anos, teria ouvido a vítima relatar sobre um suposto relacionamento amoroso com a sua filha, o que teria motivado o crime.

Inconformado com o suposto relacionamento, e alegando falsamente que a filha havia sido estuprada, o homem se reuniu com mais quatro indivíduos e buscaram a vítima, adolescente de 17 anos, em sua casa e a levaram para uma área rural próximo a cidade, montaram um “tribunal do crime” e executaram a vítima de forma bárbara, matando com várias facadas no coração e cortando seu pescoço (esgorjamento).

Na manhã do dia 14, um familiar da vítima, que estava em poder dos criminosos, após conseguir ser liberado procurou a Polícia para solicitar ajuda e informar sobre o crime. Imediatamente as equipes das Polícia Civil Militar iniciaram buscas pelo corpo da vítima e perseguição dos possíveis suspeitos, tendo localizado todos e apreendida a arma do crime em menos de quatro horas.

No momento da prisão, verificou-se que três eram egressos do sistema penitenciário. Na ocasião, todos os homens confessaram o crime e agora estão à disposição da justiça.

O delegado de Deodápolis destacou que o trabalho conjunto entre as forças policiais (PC/MS e PM/MS) é fundamental para resolução de casos como este. O trabalho célere de perseguição das forças policiais de Deodápolis, coordenado pelo Delegado Plantonista, Marcos Ibare Quaresma Pereira Junior e Delegado Titular Anderson Guedes de Farias, resultou na rápida localização e prisão dos autores.

“ Trata-se de um crime bárbaro que comoveu a população do município, mas que teve uma resposta rápida e contundente das forças policiais que retiraram do convívio social indivíduos com alto grau de periculosidade. É preciso ressaltar a atuação das equipes da Policia Civil e Policia Militar que com grande capacidade profissional e técnica empenharam-se na rápida solução do crime”, ressaltou o delegado titular, Anderson Guedes de Farias.

Mais Notícias

spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias